quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Resumo de Economia

Economia
Ciência Social que se ocupa da administração de recursos escassos.

Problemas Básicos da Economia:
Escassez: Situação gerada pela razão de se produzir bens com recursos limitados. Só existirá escassez se houver a procura para a aquisição do bem.

Além da escassez existem 3 questões fundamentais:

O que Produzir?
Indica que é necessário identificar a natureza das necessidades humanas

Como Produzir?
Maneiras de se combinarem os fatores de produção

Para quem Produzir?
Distribuição dos bens e serviços produzidos, a distribuição será fatalmente para os que tem renda.

Curva de possibilidade de produção (CPP)
Curva de possibilidade de produção ilustra o problema de escassez, ela nos mostra a quantidade máxima dos bens e serviços em uma economia em que todos os fatores de produção estão empregados da forma mais eficiente possível.
A) Um ponto dentro da CPP indica que alguns recursos de produção não estão sendo usados de forma eficiente.
B) Já um ponto fora da curva significa que a produção está além das possibilidades da empresa. Esse ponto de produção só poderia ser atingido se houvesse um aumento na quantidade dos fatores de produção (avanço tecnológico, Aumento na quantidade de capital e dos recursos produtivos e aumento das forças de trabalho)



O fator mais importante é que o aumento da produção de um bem só poderá ser feito às custas da redução da produção de outro bem, esse fator é denominado CUSTO DE OPORTUNIDADE, ou seja, quando se deixa de produzir um produto para produzir outro.
O Deslocamento da curva para a direita como mostra a figura abaixo indica o crescimento econômico, isso pode ocorrer devido ao aproveitamento dos recursos já existentes, melhor eficiência produtiva e organizacional, avanços tecnológicos e melhoria nos fatores de produção.



Circulação no Sistema Econômico
O nosso sistema econômico é formado pelas empresas e famílias
O aparelho produtivo contrata, junto às famílias, os fatores de produção, trabalho, capital, etc., originando ai um fluxo monetário. Por outro lado, o aparelho produtivo organiza os fatores de produção de que agora dispõe e estabelece o fluxo real, que equivale a oferta de bens e serviços produzidos. Esses dois fluxos se encontram no mercado, onde as famílias trocam sua renda (ou fluxo monetário) pelo produto (ou fluxo real) para satisfazer as necessidades.
Família ----> Mercado de Fatores de produção ----> Empresa ---->Mercado de bens e serviços ---->Família (novamente, reiniciando o ciclo).

Mercado de Concorrência Perfeita
É o tipo de mercado que exige um número bastante grande de empresas envolvendo o mesmo produto.
Para existir a o mercado da concorrência perfeita é necessário existir: nº/Tamanho, Homogeneização, Não existem barreiras para a existência de novos concorrentes, Simetria das informações, Mobilidade dos fatores de produção).
Na concorrência perfeita, nenhum comprador ou vendedor, considerado isoladamente, tem poder de determinação sobre o preço do mercado. Portanto, nesse mercado, é só a influencia conjunta de todos os vendedores e de todos so compradores quem determina o preço do mercado.

Monopólio: Mercado caracterizado pela existência de um único vendendo.

Oligopólio: Quando existe um pequeno número de vendedores ou uma pequena parcela domina o mercado.

Monopsônio: Mercado onde há apenas um comprador, assim ele pode impor os preços. Ex.: Região onde há um número grande de pequenos produtores de leite e apenas uma usina onde é pasteurizado o leite.

Oligopsônio: Existência no mercado de um pequeno número de compradores.

Demanda
É a quantidade do bem que os consumidores desejam consumir em um determinado período de tempo.
Os principais fatores da demanda: Preço do Bem, A renda do consumidor, Preço de outros bens, hábitos e gostos dos consumidores.

A função da Demanda varia em função de dois efeitos:

Efeito-renda:
Quando o preço do bem X aumenta o consumo deste cai.

Efeito-Substituição: Se o preço do bem X aumenta e o de outros bens ficam constantes, o consumidor irá procurar substituir seu consumo por um em similar. (ex. Aumentou o preço da carne, reduz-se o consumo da carne e passa-se a consumir frango).

Oferta
É a quantidade do bem X que os produtores desejam oferecer no mercado.
A oferta é influenciada pelas seguintes variáveis: O preço do bem X, Preço dos insumos utilizados na produção, tecnologia, preço de outros bens.
Na oferta quanto maior o preço, maior será a quantidade oferecida no mercado de produtores e vice-versa.

Equilíbrio de Mercado
O preço de equilíbrio é definido pelo confronto entre as curvas de demanda e oferta, onde os preços de oferta e demanda irão se igualar de tal modo que ambos os grupos fiquem satisfeitos.
Pof=Pdm




Deslocamento da Curva de Demanda
A curva de demanda se deslocará para a direita da posição inicial quando a mudança do valor da variável antes suposta constante contribuir para aumentar a demanda e para a esquerda quando diminuir a demanda.


Mudança na renda dos consumidores

Bens Normais: A demanda aumenta quando o nível da renda do consumidor aumenta (deslocamento da curva de demanda para a direita) e diminui quando o nível da renda do consumidor diminui (deslocamento da curva de demanda para a esquerda).

Bens Inferiores: A demanda diminui quando o nível da renda do consumidor aumenta e aumenta a demanda quando o consumidor fica mais pobre, ou seja, quando a renda diminui.

Bens Substitutos: São os bens em que o consumo de um deles exclui o consumo do outro, ou seja, quando a renda aumenta as pessoas deixam de consumir os bens inferiores (margarina) para consumir os bens superiores (manteiga).

Bens complementares: o aumento do consumo de um irá influencia no aumento do consumo do outro, e o contrário também acontece. Quando o consumo de um diminui o consumo do outro também irá diminuir (ex. Café e Leite, Arroz e feijão)

BIBLIOGRAFIA: Apostila economia e Mercados, Professor Reginaldo B. de Almeida.

2 comentários:

Tatiane disse...

Show o Blog heinn \o//

Rayla disse...

EH Max, resumiu a postila msm eihn.
Bom trabalho ;D